É preciso dizer adeus

by - segunda-feira, agosto 08, 2016




Eu adoro histórias de amor. Aprecio o acompanhamento de cada passo do desenvolvimento do relacionamento - desde quando se conhecem, sua ligação tornando-se cada vez mais forte, o amor surgindo, o crescimento do casal. Gosto de ver como tempo torna os laços fortes, indestrutíveis.  Leio páginas seguidas de histórias de pessoas que viveram felizes para sempre, apesar das lutas. Posso passar anos assistindo uma série de comédia. 
Mas eu não gosto de ver o adeus.
 Aliás, eu não sei lidar com despedidas. 
Desde criança, não sabia dizer tchau às amiguinhas e tinha dificuldades para desistir de alguma roupa que já não servia mais quando havia um apego – tenho até hoje um casaco que ganhei quando tinha três anos de idade. 
Odeio terminar alguma série, inclusive as que eu amo. Levei mais de dois anos para ler Harry Potter e enrolo a mais de um com Jogos Vorazes, sem contar Percy Jackson. Eu não admito o final das coisas que amo.
Mas é preciso saber deixar para trás.
Não estou falando sobre deixar para trás seu primeiro namoro, aquele que todos ao seu redor avisaram sobre o fracasso iminente e você não deu ouvidos. Estou falando das amizades que você deixou para trás quando mudou de escola, dos professores que tanto te ensinaram e hoje sequer sabem seu nome , ou você os deles.
Estou falando dos seus pais, deixados para trás quando você começou a faculdade , mudou de cidade ou simplesmente resolveu morar sozinho. Da flor que você plantou e deixou no vaso.
É preciso viver apesar disso.
Apesar do adeus, da saudade, do sofrimento.
E, uma vez que você aprende a viver, torna-se fato: é possível sim, ter vida após o adeus. E a felicidade está aí, esperando você abrir os olhos, despedir-se do que passou e começar novamente. De um jeito incrivelmente diferente. 

You May Also Like

8 comentários

  1. Eu odeio dizer adeus kkkk sou como vc, não gosto que minhas séries favoritas terminem, na verdd tenho muita dificuldade de me desapegar rsrs Mas estou aprendendo a dizer adeus rs

    ResponderExcluir
  2. Nossa, muito sim!! Detesto me desapegar das coisas, tipo: o que? haha acumulo muita coisa porque nao acaba meu sentimento com as coisas (materiais, digo), nao consigo dizer adeus, e só depois de anooos consigo desapegar, e só se for pra doar, por exemplo, Sobre livros, me dói demaisss,e seriados entao??

    ResponderExcluir
  3. Ahhh, eu tbm detesto desapegar, fico rendendo o livro até o último minutos. Detesto me despedir. É verdade, é preciso viver apesar disso, o adeus é necessário. Faz parte da vida!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. "[...]despedir-se do que passou e começar novamente. De um jeito incrivelmente diferente". Dizer adeus sempre será dificil, ainda mais quando nos tornamos tão próximos de alguém, dividimos segredos, boas risadas e compartilhamos dos mesmos momentos de tensão e raiva... Na árvore da nossa vida cada pessoa que entra nela se torna uma folha,que dá sentido, se torna essência, você com certeza foi folha na minha árvore, tornou-a mais bonita e viva. Obrigada por fazer parte da minha vida, aprendi muito com você, espero do fundo do meu coração que realize todos teus sonhos, seja feliz, seja livre pra ser quem você quer ser, nunca, jamais desista... Paz, amor e liberdade pra você... Beijos

    ResponderExcluir
  5. "[...]despedir-se do que passou e começar novamente. De um jeito incrivelmente diferente". Dizer adeus sempre será dificil, ainda mais quando nos tornamos tão próximos de alguém, dividimos segredos, boas risadas e compartilhamos dos mesmos momentos de tensão e raiva... Na árvore da nossa vida cada pessoa que entra nela se torna uma folha,que dá sentido, se torna essência, você com certeza foi folha na minha árvore, tornou-a mais bonita e viva. Obrigada por fazer parte da minha vida, aprendi muito com você, espero do fundo do meu coração que realize todos teus sonhos, seja feliz, seja livre pra ser quem você quer ser, nunca, jamais desista... Paz, amor e liberdade pra você... Beijos

    ResponderExcluir
  6. Também não gosto de dizer adeus e nem despedidas. De nada mesmo. Não importa se é de uma pessoa, um filme, um livro. Dizer adeus a algo que a gente gosta, é sempre doloroso e triste. Gostei muito do sua crônica.
    Beijos e sucesso <3 <3

    ResponderExcluir